Por Amanda Almeida!
Pessoal

Porque as vezes eu gosto de escrever…

Imagem retirada do site We heart it.

 

Boa noite leitores, tudo bem?
Acho que estou começando a pegar gosto em postar de noite. Ou talvez seja pela comodidade de estar em casa e um pouco mais relaxada. Enfim.

Hoje leitores gostaria de falar sobre algo que eu amo; escrever. Acredito que todos nós somos escritores. Nem sempre utilizamos papel e caneta, mas começamos a escrever a partir do momento que saímos de nossas mães (Não literalmente, mas a vida é um livro que vai se preenchendo). Contudo, há pessoas que simplesmente tem aquele talento para criar ou simplesmente nos mostrar um lado da vida que não reparamos a princípio.

Eu particularmente, quando mais nova, na época da escola, amava as aulas de redação. A professora pedia 2 laudas, e eu entregava 10. Era sempre assim. Meus colegas riam porque já esperavam “um livro” de redação. E quando podíamos escolher o tema? Era maravilhoso, simplesmente incrível. Era tão bom sentir as palavras fluindo e as histórias tomando forma. Sinto muita falta disso.

Hoje, não tenho o mesmo tempo e nem a mesma disposição de antes. Infelizmente algumas vezes as palavras não fluem, e as estórias ficam presas na minha cabeça. As vezes me pergunto o motivo, e cheguei a conclusão de que o meu perfeccionismo me atrapalha. Antes não tinha medo de errar e escrevia paginas e paginas. As vezes repletas de erros, mas não me importava. O importante era que a estória estava criando corpo. Estava acontecendo naquelas folhas.

Espero poder voltar a escrever assim um dia. Talvez até esteja voltando e o blog me ajudou de mais, vocês não fazem ideia. E sinceramente, eu não tenho ambições de publicar um best seller e vender milhões. Talvez esse seja o segredo. Escreva porque simplesmente precisa externizar todas aquelas estórias que estão perdidas dentro de você. E o resto simplesmente acontece. Então, vamos escrever, seja utilizando papel e caneta, seja com a vida.

Abraços,

Amanda Almeida

You Might Also Like...

No Comments

  • Reply
    Ana Paula Barreto
    22 de Janeiro de 2015 at 9:49 am

    Também gosto muito de escrever, mas a vida fica cheia e o tempo, escasso. O negócio é voltar aos poucos, sem pretensões. Escrever é uma forma de se expressar, de colocar para fora as ideias e sentimentos que temos. E isso faz muito bem!!
    Então, espero que você consiga e que se realize com isso. Você escreve super bem e tem muito conteúdo!! Não tem como dar errado. =)
    bjs

    • Reply
      Amanda Almeida
      30 de Janeiro de 2015 at 10:45 am

      Obrigada Ana. Espero que agente consiga arrumar mais tempo né?
      Abraços,

  • Reply
    Elisa
    22 de Janeiro de 2015 at 2:48 pm

    “(…)conclusão de que o meu perfeccionismo me atrapalha” exatamente isso! Atualmente eu passo mais tempo revisando textos antigos umas dez zilhões de vezes do que escrevendo. Mas se a gente para de escrever a cachola fica atolada e não pega mais no tranco. Estou tentando esvaziar o cérebro no papel com mais frequência, espero que você consiga o mesmo~

  • Reply
    Ryokobel
    22 de Janeiro de 2015 at 5:19 pm

    Oi Amandinha, tudo bem ???
    Em primeiro lugar eu tenho que dizer que adorei o seu texto, ele me fez lembrar de uma época em que eu tentava escrever livros, contos, histórias que poderiam, um dia ser publicadas, rsrsrs. Pode parecer estranho, e é totalmente surreal para mim pensar que um dia eu queria ser escritora. Assim como você eu adorava as aulas de redação, sempre tentava dar um jeitinho de entregar mais do que a professora pedia, rsrsrs
    Fico feliz de saber que você está voltando a escrever, acho que você escreve muito bem, adoraria ler um texto seu, e quem sabe um dia um livro ??? Tudo é possível né ???

    Beijinhos
    Hear the Bells

  • Reply
    Larissa Santos
    22 de Janeiro de 2015 at 9:53 pm

    Oi Amanda,
    A vida nos torna escritores, escritores esses dos mais diversos. Por causa de vários motivos perdi o gosto de escrever a maioria das coisas, mas hoje com os livros interativos estou voltando a externizar minhas histórias. Desejo que um dia você volte a escrever do jeito que escrevia antes e que esse cantinho continue te ajudando.
    Beijocas ^^

  • Reply
    Leandro de Lira
    22 de Janeiro de 2015 at 10:08 pm

    Oi, Amanda!
    Eu entendi sua intenção neste texto. Entendo perfeitamente.
    Adoro escrever também. Sempre curti escrever romances, fics etc. Adoro externizar histórias como você disse.
    Espero que possamos conseguir mais tempo livre para compartilhar nossas histórias com muitas pessoas em breve.
    Abraço!

  • Reply
    Paula Zawatski
    23 de Janeiro de 2015 at 11:42 pm

    Boa noite, AmandaLinda…
    *bate aqui* o/ o
    Também sou apaixonada pelas palavras, desde muito cria eu amava ler, e a paixão por escrever veio por intermédio.
    Vou roubar uma parte tua: “A professora pedia 2 laudas, e eu entregava 10. Era sempre assim. Meus colegas riam porque já esperavam “um livro” de redação.” Pois foi assim minha vida inteira, até mesmo nos artigos da universidade, e nas redações de vestibular, sempre tive que espremer a letra e os espaços, engolir algumas ideias. As palavras sempre fluíram pra mim feito tormenta.
    Eu pratico as ideias no meu tumblr e nos tumblr’s em parceria, e continuo com aquele meu sonho de publicar um livro, e por dentro tenho sim a pretensão de ser um best seller.
    Um brinde pra essa coisa linda que é a paixão pelas palavras.
    Beijão

  • Reply
    Joi Cardoso
    28 de Janeiro de 2015 at 12:38 pm

    Oi Amanda! Não sabia que escrevia e já fiquei morta de vontade de conhecer seus textos. Compartilha com a gente! De qualquer maneira já foi um grande passo vir aqui e comentar sobre isso =)

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

  • Leave a Reply