Por Amanda Almeida!
Pessoal

O último dia do ano.

Geralmente contamos a passagem do tempo conforme os anos passam. A virada de cada ano é o fim de um ciclo e o início de outro, o que é mais do que normal, claro. Mas pra mim, particularmente, as viradas de ano acontecem todos os anos no dia 17 de dezembro, que é o dia que eu sempre meio que celebro o último dia de cada ano meu vivido. Hoje, como de costume parei pra pensar sobre os meus 27 anos e tudo o que aconteceu nesse ano, e é estranho como tantas coisas aconteceram nesses meus 27.

Photo by Jamie Street on Unsplash

Comecei meus 27 anos animada. Esperava por muitas coisas nesse ano. Tinha a esperança de conseguir ser mais organizada, mais focada com meus projetos, aquela sensação de todo início de ano. Mas o que realmente aconteceu foi que mais da metade dele eu procrastinei. Fiquei enrolando, fui postergando muitas coisas até que não deu mais e eu precisei tomar uma decisão, uma mudança de rumo. Abrir de fato os olhos para a forma como estava levando alguns aspectos da minha vida. Apesar de algumas frustrações, isso não foi de todo ruim, na verdade me deu forças pra ter o foco que eu não estava tendo.

Então, a partir daí comecei a trilhar um novo caminho. Tracei um plano, e a partir dele comecei a trabalhar, foi uma mudança que começou de dentro, e como me orgulho dela. Nesse caminho tive a ajuda de uma amiga que desde o início desse ano tem me incentivado como uma verdadeira irmã mais velha, até mesmo brigado comigo em alguns momentos (né amiga?), mas que me ajudou e muito a traçar esse plano e a manter o meu foco naquilo que eu estou almejando. Obrigada de verdade amiga, hoje você é como a irmã mais velha que eu não tenho e agradeço a Deus por ter colocado você na minha vida.

Mas, em meio a esses altos e baixos, e quando eu estava conseguindo entrar no ritmo, algo aconteceu. Esse ano eu perdi a minha Lesce. Para quem não sabe, a Lesce(sei que a escrita correta é outra, mas essa foi escolhida de propósito mesmo) era a minha cachorrinha. Tive ela do meu lado desde os meus 13 anos, e perdê-la foi tão doloroso, e a verdade é que ainda está doendo, e muito. Ela viveu por 14 anos, e mesmo tendo consciência que ela viveu bastando, e que o momento dela havia chegado, sinto muito a falta dela, e creio eu que ainda vai levar um tempo pra eu me acostumar com a ausência dela.

Vocês devem ter percebido que sumi daqui, e a verdade é que tinha muitos planos pra esse mês, mas com a partida dela não consegui ter ânimo pra vir aqui e postar, mas estou voltando, prometo.

Os meus 27 anos foram bons apesar de tudo. Mesmo com as coisas ruins, tento olhar para as coisas boas e os bons momentos que tive ao lado de tantas pessoas que realmente amo. Os 27 estão terminando e os meus 28 estão apenas começando. Essa é literalmente a verdadeira virada de ano. E para esse novo ano que começa, desejo apenas que ele seja bom, e que tudo o que vivi nos meus 27, me ajudem a ser uma pessoa melhor nos 28.

Pra terminar, obrigada a todos que visitaram esse cantinho. Ele ficou bem abandonado nesse ultimo ano, mas vou tentar voltar a ter aquela frequência aceitável. Mas não prometo nada, a verdade é que esse cantinho está cada vez mais pessoal, e eu acho que até gosto mais dele assim. Obrigada de coração e já desejo um feliz natal e um ano novo repleto de realizações pra gente.
Forte abraço,

You Might Also Like...

8 Comments

  • Reply
    Kelen Vasconcelos
    17 de dezembro de 2017 at 10:20 pm

    Oi Amiga,
    Fiquei emocionada com seu post. Eu sei que esse ano não tem sido fácil para nós, mas viver tem seus momentos bons e ruins mesmo. Fico muito feliz que a minha presença e a minha amizade na sua vida signifique coisas tão boas para você. Pode ter certeza que é recíproco. Da mesma forma que te motivo, vc também me motiva. Da mesma forma que te dou força, vc também tem me dado força. E eu te digo, vamos conseguir avançar! Deus sempre tem o melhor para nós.
    Grande abraço!
    http://www.kelenvasconcelos.com.br/

  • Reply
    Váh
    18 de dezembro de 2017 at 10:32 am

    Esse ano também foi de altos e baixos pra mim e espero mesmo que 2018 seja muitooo melhor e cheio de boas surpresas.
    Triste isso da sua cachorrinha, espero que essa dor que sente agora passe logo e que você fique bem.
    Feliz aniversário, feliz natal e feliz ano novo! <3

    https://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

  • Reply
    Camila Faria
    19 de dezembro de 2017 at 12:24 pm

    Oi Amanda, feliz aniversário! Que esse seu novo ano seja repleto de realizações ~ vamos tirar esses projetos do papel em 2018!!! Um beijo grande e felicidades, sempre. <3

  • Reply
    Clayci
    20 de dezembro de 2017 at 12:44 pm

    Eu chorei com a sua publicação. Por ter me identificado e sofrido perdas tbm.
    Nem preciso dizer que sua cachorrinha se foi, mas te amando muito pq isso vc já sabe. É um dor que não vai embora, né? Mas temos que seguir em frente e saber que fizemos o que podia ser feito .

    Parabéns, atrasadinho, mas de coração.
    Eu enrolei muito este ano tbm. Mesmo conseguindo realizar umas metas sei que poderia ter feito muito mais. Vamos torcer para que 2018 seja um ano maravilhoso pra gente.

    Beijos e fique bem

  • Reply
    Felipe Lange
    21 de dezembro de 2017 at 2:54 pm

    Oi Amanda, que texto bacana, adorei
    Blog Entrelinhas

  • Reply
    Aline Amorim
    22 de dezembro de 2017 at 9:41 am

    Acho que organização é algo que conseguimos gradativamente, pois é um hábito a ser adquirido. Que esse próximo ano seja de muitas conquistas e menos procrastinação para nós.
    Beijos

  • Reply
    Marla Almeida
    28 de dezembro de 2017 at 1:49 pm

    Oi Amanda,
    Que em 2018, você consiga por em pratica todas as suas metas.

    *bye*
    Marla
    https://loucaporromances.blogspot.com.br/

  • Reply
    Priih
    31 de dezembro de 2017 at 12:15 pm

    Oi Amanda, tudo bem?
    Sinto muito pela perda da sua doguinha. 🙁
    Espero que 2018 seja muito melhor e cheio de coisas boas!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

  • Leave a Reply