Por Amanda Almeida!
Games

Life is Strange – Episode 1(Chrysalis)


Acredito que vocês já devem ter percebido que eu gosto e muito de games. E um jogo que eu estava até demorando para começar a jogar foi Life is Strange. Li muitos elogios quanto a ele, e pra matar a minha curiosidade, e já que não estava jogando nada, decidi baixar o primeiro episódio, que está gratuito aliás, e simplesmente foi amor a primeira vista.

Antes de qualquer coisa, gostaria de dizer que vou fazer um post para cada episódio, como se fosse uma série mesmo. Eu ainda não concluí o jogo, na verdade acabei de terminar o primeiro episódio, então, a cada episódio concluído vou postar minhas considerações sobre ele aqui no blog. Espero que vocês gostem, e caso alguém tenha jogado, gostaria muito de saber a opinião de vocês.

Life is Strange é um jogo em formato de episódios, desenvolvido pelo estúdio francês Dontnod Entertainment e publicado pela Square Enix. No total o jogo é constituído por 5 episódios, todos já publicados e disponíveis para compra. A temática do jogo está relacionada às decisões de Maxine Caulfield, ou apenas Max, e determinadas ações possuem consequências claras no jogo.

No Episódio 1, Chrysalis, conhecemos Max em meio a uma terrível tempestade. E quando um tornado aparece e ela quase morre, ela acorda em meio à aula de fotografia do professor Jefferson. Ela acha que tudo aquilo, a tempestade e o tornado não passavam de um sonho, até ela ir ao banheiro e presenciar uma garota ser assassinada por Nathan Prescott, um dos alunos da academia Blackwell. Quando ela tenta impedir o assassinato, ela acorda novamente no mesmo ponto anterior, após ter a visão do tornado. E é nesse momento que ela “descobre” seus poderes de poder voltar no tempo. Sabendo disso, ela faz de tudo para salvar a garota de ser morta por Nathan, e algumas horas depois ela acaba descobrindo que a garota em questão é Chloe Price, sua melhor amiga de infância.

O Episódio 1 já começou intenso, com a Max descobrindo seu super poder, e o fato de tudo ser novo e incrível, afinal, ela conseguia voltar no tempo, e também conseguia mudar determinados acontecimento, seja em seu favor ou em favor de outras pessoas, como no caso de Chloe. Mas nem tudo são flores nesse episódio (e imagino que no jogo inteiro), e eu percebi que as modificações feitas por Max podem ter encadeado outras situações que não estavam, digamos, programadas para acontecer. É como se mudar um pequeno ponto, pudesse causar toda uma reação em cadeia, mesmo não estando muito claro no momento.

Quanto aos personagens, gostei muito da Max, pois ela é aquele tipo de pessoa que é mais na dela, e pode até parecer um pouco estranha, mas aquele estranho bom sabe? Ela é prestativa e se importa com as pessoas, e quando descobriu seu “poder” quis usá-lo para ajudar principalmente. Também gostei de Chloe. Ela é o oposto de Max, tenta mostrar ser uma rebelde que não se importa com o que o mundo possa pensar dela, mas no fundo ela guarda muita dor, e de certa forma só está um pouco perdida, pois ela perdeu a melhor amiga, quando Max foi embora de Arcadia Bay, e também perdeu o pai. Então, acredito que essa amizade vai ser de certa forma reconstruída novamente, e quem sabe Max possa ajudar Chloe a superar algumas coisas.

Há outro ponto na história que é uma incógnita. O sumiço de uma das alunas da academia Blackwell, mas ainda não sei em quê isso pode estar relacionado; sei apenas que ela se tornou muito amiga de Chloe, e ela sofre e muito com o desaparecimento dela.

Há outros personagens, como o Warren, que eu particularmente gosto muito. Ele é amigo da Max e é super engraçado e um ótimo amigo. Eu acho que ele gosta dela, e confesso que estou propensa a fazer com que a Max aceite algumas das investidas dele, porque ele realmente parece se importar muito com ela.

Quanto à trilha sonora, eu simplesmente fiquei encantada, e a maioria das musicas tenho escutado com muita frequência, porque é aquele tipo gostoso de musica pra se ouvir quando se está escrevendo ou no carro, ou fazendo qualquer outra coisa.

Enfim, esse episódio foi bem intenso, mas estou começando a conhecer a Max, Chloe e os demais personagens. E acredito que esse jogo irá tratar de algumas coisas bem sérias, como drogas, por exemplo. Estou apenas começando, então ainda têm muita coisa pra acontecer.

Já jogou Life is Strange? Se sim, me conta o que achou do jogo, se não, ficou com vontade? O Episódio 1 é gratuito tanto na Live do X-box, quanto na PSN e na Steam.

Abraços,

You Might Also Like...

12 Comments

  • Reply
    Dai Castro
    15 de setembro de 2016 at 10:24 am

    Vejo muita gente falando bem desse jogo! Faz tanto tempo que não paro para jogar algo, sério!!! Lendo o seu post me bateu uma saudade de quando eu entrava na história de um game e ficava naquele modo viciada, sabe? hahaha Esquecia da vida! Adorei a resenha! Beijos!

    • Reply
      Amanda Almeida
      20 de setembro de 2016 at 9:00 am

      Que bom que gostou Dai ^^
      Se tiver a oportunidade, espero que goste, é um jogo lindo.
      bjus

  • Reply
    Lorraine Faria
    15 de setembro de 2016 at 2:44 pm

    O jogo é tipo um ‘Efeito borboleta’? Acho demais o quanto os jogos são realistas. Desde que os jogos evoluiram para histórias e tals, não acompanhei tanto, mas fico passada quando leio mais sobre eles. Dá até vontade de voltar a jogar 😀

    beijoo

    • Reply
      Amanda Almeida
      20 de setembro de 2016 at 10:09 am

      Exatamente Lorraine. Se algum dia tiver curiosidade, baixa o capítulo um, ele é gratuito, e dá uma noção geral do jogo.
      bjus

  • Reply
    Clayci
    15 de setembro de 2016 at 4:20 pm

    Sou apaixonada pela história, personagem e trilha sonora desse jogo <3

    • Reply
      Amanda Almeida
      21 de setembro de 2016 at 5:40 pm

      Maravilhoso né?
      bjus

  • Reply
    Andréia Campos
    15 de setembro de 2016 at 9:13 pm

    Este jogo é super legal!!!
    Não conhecia, foi meu namorado que me apresentou e adorei! A história é muito legal, a profundidade deles… tudo muito perfeito!
    Ótima indicação!!!!

    Beijo 😉
    Andréia Campos
    http://petitandy.com

    • Reply
      Amanda Almeida
      21 de setembro de 2016 at 5:42 pm

      Realmente Andréia, é um jogo muito profundo, e ele me conquistou por conta disso.
      bjus

  • Reply
    Stephanie Ferreira
    16 de setembro de 2016 at 7:18 pm

    Eu adoro este jogo!! Ele tem uma trilha sonora incrível! Mas jogar jogar mesmo, só joguei até o segundo episódio… O noivo que terminou porque sou bem noob no console rsrs

    • Reply
      Amanda Almeida
      21 de setembro de 2016 at 5:43 pm

      Poxa Stephanie rsrs. A trilha dele é perfeita mesmo, assim que comecei a jogar já sai a procura.
      bjus

  • Reply
    KARINE
    27 de setembro de 2016 at 6:38 pm

    amei, amei, amei o post! ❤ tô querendo jogar esse jogo faz MUITO tempo, já até instalei o primeiro capítulo aqui, mas não parei pra fazer isso pq nunca arrumo um tempo, sabe? hahahaha enfim, seu post me animou, vou jogar esse fds!

    • Reply
      Amanda Almeida
      5 de outubro de 2016 at 6:08 pm

      Oi Karine,
      Espero que você goste, de verdade, é um jogo maravilhoso.
      bjus

    Leave a Reply